AFP

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

(afp_tickers)

O petróleo subiu nesta segunda-feira nos mercados graças a declarações da Arábia Saudita e da Rússia que apoiam a extensão das atuais cotas de produção.

Em Nova York, o barril de "light sweet crude" (WTI), subiu 1,01 dólares, a 48,85 nos contratos para entrega em junho.

Em Londres, o barril de Brent para entrega em julho subiu 98 centavos, a 51,82 dólares, nos contratos para entrega em julho.

"A principal notícia do dia foi o comunicado conjunto dos ministros de petróleo da Rússia e da Arábia Saudita", disse John Kilduff, da Again Capital. "Essas palavras impulsionaram o mercado", acrescentou.

Em seu comunicado, ambos se declararam favoráveis a estender até março de 2018 o regime de cotas instaurado em por um prazo de seis meses.

AFP

 AFP