AFP

(Arquivo) Poço de petróleo perto da cidade de Andrews, Texas

(afp_tickers)

O petróleo subiu nesta quarta-feira com a queda dos estoques e na produção do petróleo americano e a desvalorização do dólar.

O barril de "light sweet crude" (WTI) subiu 41 centavos, a 49,07 dólares, nos contratos para entrega em junho negociados em Nova York.

Em Londres, o barril de Brent avançou 56 centavos, a 56,21 dólares nos negócios com entrega em julho.

Bob Yawger, especialista da Mizuho Securities, disse o mercado se apoiou no anúncio de queda dos estoques de petróleo, gasolina e destilados pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos nesta quarta-feira.

"A queda das reservas não foi tão grande como esperavam os analistas, mas isso bastou para conseguir preços mais altos", disse Chris Beauchamp da IG.

Outra fonte de sustentação para os preços foi a queda da produção americana pel primeira vez em 13 semanas. "Esse elemento contribui para impulsionar o mercado", disse Yawger.

Por outro lado os problemas políticos do governo do presidente Donald Trump castigaram Wall Street e fizeram que o dólar caísse ao seu menor valor em seis meses, disse Tim Evans da Citi. "Isso deu um certo impulso ao mercado" acrescentou.

AFP

 AFP