Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Logo da Petrobras, no dia 2 de junho de 2015, em Paris

(afp_tickers)

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (7) o início do processo de venda de seus ativos na Nigéria, como parte de seu plano de desinvestimentos que será concluído em 2018.

Com todo o plano de vendas, a petroleira pretende arrecadar 21 bilhões de dólares até o fim do ano que vem, após dois anos de prejuízos - provocados pela queda do preço do petróleo e pelos desdobramentos da Operação Lava Jato.

Na Nigéria, a Petrobras pretende vender 100% de sua participação na Petrobras Oil & Gas B.V. (POGBV), uma joint-venture formada por Petrobras (50%), BTG Pactual E&P B.V. (40%) e Helios Investment Partners (10%).

Os ativos incluem dois dos quatro maiores campos de extração em águas profundas na Nigéria, Akpo e Agbami, que são operados, respectivamente, pela francesa Total e pela americana Chevron, informou a Petrobras no documento em que apresentou aos investidores as características do negócio, a primeira etapa do processo de venda.

Para equilibrar suas contas, a companhia anunciou ano passado um corte de 25% de seus investimentos e lançou o programa de vendas de ativos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP