Navigation

Piloto iraniano morre em combates no Iraque

Foto divulgada pela agência oficial iraniana mostra funeral do piloto iraniano que morreu em combates no Iraque, em 5 de julho de 2014 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 05. julho 2014 - 14:32
(AFP)

Um piloto iraniano morreu em combates no Iraque, a primeira baixa militar conhecida do Irã, que afirma não ter enviado soldados a este país, palco de uma ofensiva de insurgentes sunitas, anunciou neste sábado a agência oficial Irna.

Teerã assegurou que não enviaria soldados ao Iraque, mas que poderia fornecer armas se Bagdá pedir, apesar de uma restrição da ONU que proíbe o Irã desde 2007 de qualquer exportação de material militar devido a seu controvertido programa nuclear.

O coronel Shoja'at Alamdari Murjani morreu "defendendo os locais santos xiitas na cidade de Samarra" (norte), indicou a Irna.

A agência não informou se o piloto morreu em voo ou em combates em terra.

Segundo o New York Times, O Irã enviou em segredo drones de monitoramento no Iraque e material militar.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.