Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Pinterest cresceu 40% em um ano, e mais da metade dos novos usuários vivem atualmente fora dos Estados Unidos

(afp_tickers)

O serviço americano Pinterest, em que as pessoas postam e compartilham fotos de objetos de seu interesse online, anunciou nesta quinta-feira que superou os 200 milhões de usuários, em sua maioria de fora dos Estados Unidos.

"Quando lançamos o Pinterest, em 2010, fomos superados pela quantidade de pessoas que visitavam o site em busca de novas ideias para enriquecer sua vida cotidiana", afirmou à AFP o cofundador da aplicativo Evan Sharp.

O Pinterest cresceu 40% em um ano, e mais da metade dos novos usuários vivem atualmente fora dos Estados Unidos.

Sharp se negou, em compensação, a detalhar como o serviço consegue lucrar com o conteúdo e se limitou a assinalar que, no aspecto econômico, o Pinterest "vai bem".

A empresa, com sede em San Francisco, Califórnia, lançou em fevereiro uma ferramenta que permite a um usuário clicar sobre alguns dos objetos (móveis, roupas, acessórios) que aparecem na publicação e obter dados sobre outros similares que pode adquirir no próprio site.

Mistura de rede social e motor de busca, o Pinterest é utilizado por inúmeras marcas que postam no site fotos de seus produtos a fim de conquistar clientes. Seus usuários podem, desde 2015, comprar produtos através desse serviço.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP