Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Observatório no Havaí

(afp_tickers)

Um planeta-anão de cerca de 700km de diâmetro operando em uma órbita muito distante além de Netuno foi descoberto por uma equipe de astrônomos, anunciou nesta terça-feira o Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS) francês.

"O planeta está atualmente a 9,7 bilhões de quilômetros do Sol, mas sua órbita é muito elíptica e ele pode se afastar até 19 bilhões de quilômetros" da nossa estrela, informou à AFP o astrônomo Jean-Marc Petit, pesquisador do CNRS, que faz parte desta equipe internacional.

O Minor Planet Center (MPC) da União Astronômica Internacional (UAI) acaba de conceder-lhe o status de planeta anão. Este serviço responsável pela recolha de informações sobre objetos menores (cometas, asteroides) do sistema solar deu um nome provisório ao planeta em questão, 2015 RR245.

Observações adicionais devem contribuir para aperfeiçoar a avaliação do tamanho e sua composição.

O objeto celeste RR245 foi detectado através de observações feitas em setembro com o telescópio Canadá-França-Havaí (CFHT) instalado em Mauna Kea, no Havaí, como parte do programa internacional "Origem do Sistema Solar Externa" (Ossos).

Em fevereiro, o astrônomo canadense John Kavelaars detectou pela primeira vez o RR245 nas imagens do Ossos.

"Ele estava lá na tela --- esse ponto de luz se movendo tão lentamente se deveria estar, pelo menos, duas vezes mais longe do Sol do que Netuno", explica Michele Bannister, da Universidade de Victoria, em Columbia, citado em uma declaração do CFHT.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP