AFP

O poeta e político português Manuel Alegre

(afp_tickers)

O poeta português Manuel Alegre conquistou, nesta quinta-feira (8), o Prêmio Camões 2017, a maior distinção da literatura em língua portuguesa - anunciou o governo em uma nota.

"O grande reconhecimento deste poeta nasce de suas duas obras 'Praça da canção', em 1965, e 'O canto e as armas', em 1967. Hoje em dia, tem uma ampla obra difundida por vários países", informa o comunicado.

Nascido em 1936, Alegre foi um opositor ao regime de António Salazar. Integrante do Partido Socialista português, foi candidato na eleição presidencial de 2006, sendo derrotado por Aníbal Cavaco Silva. O poeta também foi deputado durante 34 anos e o primeiro português a ser designado membro honorário do Conselho da Europa.

O Prêmio Camões concede 100.000 euros a seus agraciados e foi criado em 1989 por Portugal e Brasil com o objetivo de reconhecer os autores de língua portuguesa, contribuindo, assim, para o reconhecimento do idioma.

Atribuído ao escritor brasileiro Raduan Nassar no ano passado, já recompensou nomes como os portugueses Antonio Lobo Antunes (2007) e o Prêmio Nobel José Saramago (1995), o brasileiro Jorge Amado (1994) e o angolano Pepetela (1997).

AFP

 AFP