Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A polícia afegã tenta libertar neste domingo cinco funcionários da Cruz Vermelha, sequestrados na quinta-feira por homens armados na província de Herat (oeste)

(afp_tickers)

A polícia afegã tenta libertar neste domingo cinco funcionários da Cruz Vermelha, sequestrados na quinta-feira por homens armados na província de Herat (oeste).

Os funcionários do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) foram sequestrados durante uma viagem para entregar ajuda em Herat, uma província onde a violência tem aumentado nos últimos meses.

Najib Danish, porta-voz do Ministério do Interior, declarou à AFP que o rapto ocorreu quinta-feira.

"A polícia lançou uma operação de busca. Os líderes tribais da região também estão ajudando a encontrá-los", acrescentou.

Marek Resich, porta-voz do CICV em Cabul, declarou que os cinco funcionários foram apreendidos por um grupo armado local.

"O CICV mantém contato em vários níveis para garantir a libertação segura de sua equipe", disse.

Até agora, nem o Talibã ou outro grupo insurgente reivindicou a responsabilidade pelo sequestro.

AFP