Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) A polícia de Munique (sul da Alemanha) libertou um homem que ficou algemado durante três dias ao chão de sua cozinha, no que parecia um 'ritual autoerótico'

(afp_tickers)

A polícia de Munique (sul da Alemanha) libertou um homem que ficou algemado durante três dias ao chão de sua cozinha, no que parecia um "ritual autoerótico".

Os investigadores responderam na noite de terça-feira ao chamado de um vizinho, preocupado porque os jornais se acumulavam na porta da casa deste homem de 57 anos.

Através da abertura na porta para o correio puderam observar que havia luz no interior da casa e era possível ouvir um som fraco em seu interior, mas ninguém respondia.

A polícia, que derrubou a porta da residência, encontrou o homem no chão da cozinha semiconsciente algemado e vestindo roupas íntimas e botas femininas.

"Até o momento acreditamos que foi um acidente autoerótico, que manteve o homem imobilizado por pelo menos três dias em sua casa", explica a polícia.

Libertado com as chaves encontradas no apartamento, que não apresentava sinais de desordem, a vítima foi levada ao hospital, fraca e desidratada.

"Seu estado não é preocupante", acrescentou um porta-voz da polícia nesta quinta-feira, declarando que o homem sofre dores localizadas devido à imobilização prolongada.

AFP