Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Polícia forense recolhe evidências depois do ataque ocorrido diante do Palácio de Buckingham

(afp_tickers)

Um homem de 30 anos foi detido neste domingo a oeste de Londres em relação ao ataque de sexta-feira contra policiais diante do Palácio de Buckingham, anunciou a polícia britânica.

O homem detido é suspeito de estar envolvido no planejamento, preparação ou incentivo de um ato de terrorismo, segundo o comunicado da polícia, acrescentando que o suspeito foi colocado em prisão preventiva.

Segundo a mesma fonte, foi autorizada a prorrogação da prisão provisória do agressor detido na sexta.

O homem de 26 anos, que feriu policiais diante do Palácio de Buckingham, em Londres, estava armado com uma espada de 1,20 m e gritou "Alá é grande".

Durante a prisão do homem, oriundo de Luton (norte de Londres), três policiais, que não estavam armados, ficaram levemente feridos, e dois deles tiveram que ser hospitalizados brevemente, segundo a polícia.

O incidente ocorreu horas depois de que um homem armado com uma faca atacou dois soldados em Bruxelas, um ato que as autoridades qualificaram como um atentado "terrorista".

No momento do ataque, a rainha estava no Palácio de Balmoral, na Escócia, mas a residência da soberana disse que não podia comentar estas questões de segurança.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP