Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Oficiais britânicos, em Londres, em 15 de setembro de 2017

(afp_tickers)

A Polícia britânica deteve nesta terça-feira um terceiro suspeito por envolvimento com o atentado de sexta-feira com uma bomba de fabricação caseira, que deixou 30 feridos no metrô de Londres.

Um homem de 25 anos foi detido por agentes antiterroristas em Newport, Gales, informou a Polícia metropolitana de Londres em um comunicado. "Está sendo feita uma revista em Newport a partir da detenção", acrescentou.

Trinta pessoas ficaram feridas quando a bomba, que aparentemente não funcionou como o previsto, explodiu em um vagão do metrô londrino no horário de pico, na sexta-feira de manhã.

Esta detenção em Gales amplia o alcance da investigação policial, que até agora levou a duas prisões na Inglaterra no sábado.

Um jovem de 18 anos foi detido no porto de Dover, no sul do país, principal ligação por mar com o continente europeu. À noite, a Polícia prendeu um homem de 21 anos em Hounslow, um subúrbio a oeste de Londres.

"Esta continua sendo uma investigação que avança rápido. Ocorreu uma quantidade significativa de ações desde o atentado de sexta-feira", afirmou Dean Haydon, chefe da unidade antiterrorista da Polícia metropolitana.

"Os investigadores estão realizando extensas buscas para determinar todos os feitos por trás deste ataque", acrescentou.

A Polícia continua fazendo uma operação em uma propriedade comercial de Hounslow e outras duas em Surrey, no sudeste da Inglaterra.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP