AFP

(Arquivo) Ciberataque deixa mais de 75 mil vítimas no mundo, segundo a polícia francesa

(afp_tickers)

"Mais de 75.000 vítimas" do ciberataque em massa foram detectadas em todo o mundo "até o momento", anunciou neste sábado a polícia francesa em comunicado.

"É um balanço ainda provisório do número de computadores infectados, que visivelmente aumentará nos próximos dias" declarou à AFP Valérie Maldonado, chefe-adjunta da subdireção de luta contra crimes cibernéticos.

A polícia francesa classificou de "particularmente perigosa" a forma como se propaga este "ransomware", um vírus que bloqueia o computador e que exige um resgate, que deve ser pago em um prazo curto, para poder recuperar o controle do equipamento.

"Uma vez que a primeira máquina está infectada, se propaga ao conjunto da rede à qual está conectado, paralisando assim todos os computadores", explicou a polícia.

O Ministério Público de Paris abriu uma investigação por este ataque, que afetou, entre algumas empresas, a fabricante Renault.

AFP

 AFP