Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Policial em Nova York

(afp_tickers)

Um policial da Geórgia (sudeste dos Estados Unidos) que havia sido ameaçado de ser expulso depois de ter sido filmado fazendo comentários racistas anunciou sua aposentadoria, informou a imprensa local nesta sexta-feira.

No polêmico vídeo, o tenente Greg Abbott diz a uma mulher branca assustada, sentada em um veículo estacionado, que não se preocupasse porque "nós só matamos negros".

Embora a mulher tenha sido autorizada a usar seu telefone celular, ela explica ao agente que não tinha certeza em fazê-lo depois de ter visto "muitos vídeos de policiais".

"Mas você não é negra", responde Abbott neste vídeo gravado em julho de 2016 por sua própria câmera: "lembre-se, nós só matamos negros".

O vídeo, que coincide com um período de tensões raciais após a morte de Philando Castile, um homem negro morto em seu carro pela polícia na frente de sua companheira, foi divulgado esta semana por uma rede de televisão local que havia pedido a abertura de arquivos.

Mike Register, o chefe da polícia do condado de Cobb, perto de Atlanta, área onde ocorreu o incidente, disse a repórteres na quinta-feira que o agente seria afastado da corporação porque "realmente não há lugar para esses comentários na aplicação da lei".

De acordo com o Atlanta Journal-Constitution, o tenente Abbott anunciou por e-mail a seus chefes ​​que se aposentaria, após quase 30 anos de serviço.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP