O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, declarou neste domingo (13), em Doha, que pedirá ao príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, que todos os responsáveis pela morte do jornalista Jamal Khashoggi "prestem contas".

"Vamos continuar discutindo com o príncipe herdeiro e com os sauditas para conseguir que todos prestem contas em relação à morte de Jamal Khashoggi", afirmou Pompeo, antes de viajar para Riad em meio a uma extensa turnê pelo Oriente Médio.

Pompeo explicou que quer ter certeza de que Washington "dispõe de todos os detalhes" sobre o assassinato do jornalista saudita, em 2 de outubro no consulado de seu país, em Istambul. E que os autores "sejam tidos como responsáveis, pelos sauditas, mas também pelos Estados Unidos".

O julgamento de 11 suspeitos começou em 3 de janeiro na Arábia Saudita, e o procurador-geral pediu a pena de morte para cinco deles. Os Estados Unidos aplicaram sanções a 17 sauditas envolvidos no caso.

Mais de três meses depois, o corpo de Khashoggi, um jornalista crítico do poder de seu país, que colaborou com o jornal "The Washington Post", ainda não foi encontrado e restam algumas questões, como a identidade daqueles que ordenaram essa operação cometida por um comando de 15 agentes sauditas.

Sob pressão, as autoridades do reino admitiram que o jornalista havia sido drogado e morrido de overdose, antes que seu corpo fosse desmembrado dentro do consulado. Além disso, eles desassociaram o poderoso príncipe herdeiro do caso.

Embora o Senado dos EUA atribuísse claramente ao príncipe herdeiro a responsabilidade pelo assassinato, Trump disse que queria manter o relacionamento estratégico com o reino.

Mike Pompeo desembarcou neste domingo em Riad. Adel al Jubeir, ministro de Estado das Relacões Exteriores e o Príncipe Khaled ben Salman, embaixador da Arábia Saudita em Washington, receberam o oficial dos EUA no aeroporto, onde ele realizou uma primeira reunião com os dois altos funcionários sauditas. É previsto também um encontro com o príncipe herdeiro durante sua visita ao país.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.