Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O vice-chanceler e ministro de Assuntos Estrangeiros alemão Sigmar Gabriel, no dia 2 de agosto de 2017 em Berlim

(afp_tickers)

O porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, denunciou na noite desta quinta-feira o ataque "revoltante" cometido em Barcelona, Espanha, que deixou 13 mortos e mais de 50 feridos, segundo o governo regional.

"Nós pensamos com profunda tristeza nas vítimas do ataque revoltante de Barcelona - com solidariedade e amizade nos espanhóis", escreveu Steffen Seibert em sua conta no Twitter.

O vice-chanceler e ministro de Assuntos Estrangeiros alemão, Sigmar Gabriel, escreveu no Twitter estar "profundamente abalado com as notícias de Barcelona", dirigindo seu pensamento "às vítimas e a seus entes próximos".

Uma van atropelou uma multidão na tarde desta quinta-feira nas célebres Ramblas, popular ponto turístico de Barcelona, matando 13 pessoas e ferindo ao menos outras 50, segundo o governo regional da Catalunha (nordeste).

Berlim foi sacudida por um ataque similar em 19 de dezembro do ano passado, quando um caminhão foi lançado contra os frequentadores de um mercado de Natal. Doze pessoas morreram e 56 ficaram feridas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP