O prestigioso prêmio britânico Turner foi atribuído na terça-feira a quatro vencedores, que desejam passar a mensagem de unidade em "plena crise política", uma decisão sem precedentes a nove dias das eleições antecipadas no Reino Unido.

Por unanimidade, o júri aceitou o pedido dos artistas indicados - Lawrence Abu Hamdan, Helen Cammock, Oscar Murillo e Tai Shani - de receber o prêmio em conjunto na cerimônia celebrada na galería Turner, em Margate (sudeste da Inglaterra), onde as obras permanecerão expostas até 12 de janeiro.

"Em um tempo de crise política no Reino Unido e em boa parte do mundo, em que tantas coisas dividem e isolam as pessoas e as comunidades, nós desejamos fazer uma declaração coletiva a favor da vida em comum, da diversidade e da solidariedade na arte e na sociedade", escreveram os quatro artistas ao júri.

Os quatro vencedores dividirão as 40.000 libras (52.000 dólares) do prêmio.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.