Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os preços do petróleo se recuperaram nesta sexta-feira.

(afp_tickers)

Os preços do petróleo se recuperaram nesta sexta-feira, com o anúncio de que Kiev destruiu blindados russos em seu território.

O "light sweet crude" (WTI) para entrega em setembro, que na última quinta-feira teve queda acima dos 2 dólares, avançou 1,77 dólares, cotado a 97,35 dólares o barril no New York Mercantile Exchange.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte para entrega em outubro teve alta de 1,46 dólares, a 103,53 dólares o barril. Na última quinta-feira, o barril de Brent para entrega em setembro sofreu queda de 2,27 dólares em relação ao fechamento do dia anterior.

O anúncio do presidente ucraniano Petro Poroshenko sobre a destruição parcial de uma coluna de blindados russos que havia entrado no dia anterior em seu território sacudiu os mercados. As notícias levaram à queda das ações na Europa e nos Estados Unidos.

Moscou reagiu a essas afirmações denunciando "tentativas (do lado ucraniano) de causar o fracasso de sua ajuda humanitária" destinada à população do leste da Ucrânia.

A Rússia é o segundo maior produtor de petróleo do mundo e grande parte da sua exportação de gás para a Europa passa pela Ucrânia.

"Embora ainda não tenha havido qualquer problema de abastecimento, a escalada do conflito pode afetar a oferta de gás para a Europa, fazendo com que os países precisem comprar mais petróleo", explica Lipow.

AFP