Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, em Nova York, em 26 de abril de 2017

(afp_tickers)

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, apresentou nesta quinta-feira um plano para fechar a famosa prisão de Rikers Island, conhecida por seu brutal histórico de violência.

Publicado três meses depois de o prefeito democrata Bill de Blasio anunciar seu desejo de fechar o estabelecimento em dez anos, o plano prevê uma série de medidas, apoiadas pelos fiscais, para acelerar a redução do número de detidos do imenso presídio localizado entre os bairros Bronx e Queens.

Conhecido por sua violência endêmica, Rikers Island, onde foram presas celebridades como Sid Vicious, do grupo Sex Pistols, e o ex-diretor-geral do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, atualmente abriga em média 9,4 detidos por dia, segundo a prefeitura.

Em 1990, o número de detidos no presídio era de 20.000, e desde então tem diminuído regularmente. O prefeito afirmou em março que o número de detidos deve cair para 5.000 em cinco anos para que o fechamento da Rikers possa ser viável em uma década.

Di Blasio estima gastar 30 milhões de dólares em três anos para evitar a prisão preventiva, caso da maior parte da população carcerária de Rikers, assim como detentos por crimes brandos.

Seu programa pretende orientar para trabalhos de interesse comunitário os detidos sentenciados a penas que não superem os 30 dias de prisão; oferecer atenção psicológica reforçada a pessoas com problemas leves de comportamento; ajudar as mulheres sem teto e assistir financeiramente pessoas que precisem pagar uma fiança de no máximo de 2.000 dólares para escapar da prisão.

Ao publicar essas medidas no site do município (rikers.cityofnewyork.us), Bill de Blasio -que será candidato à reeleição em novembro- reiterou que o fechamento do Rikers "requererá tempo, muitos esforços e decisões difíceis".

Seu plano não detalha onde poderiam ser construídas novas prisões de bairro menores que, segundo ele, são indispensáveis para compensar o fechamento de Rikers.

Como prova de que essa prisão ainda tem muito tempo pela frente, o plano destina cerca de 1 bilhão de dólares à sua renovação e 100 milhões à formação de guardas.

AFP