Navigation

Presidente da Bolívia condena 'tentativa de golpe' na Venezuela

Evo Morales afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. abril 2019 - 11:52
(AFP)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, condenou nesta segunda-feira "a tentativa de golpe na Venezuela", depois que o líder da oposição, Juan Guaidó, disse que tem o apoio de um grupo de soldados entrincheirados em Caracas.

"Condenamos fortemente a tentativa de golpe na #Venezuela, pela direita que é submissa aos interesses estrangeiros", escreveu Morales, um aliado político do presidente venezuelano Nicolás Maduro, em sua conta no Twitter.

Morales também escreveu que estamos "certos de que a brava Revolução Bolivariana à frente do irmão @NicolasMaduro, será imposta a este novo ataque do império", como costuma evocar em vários discursos referindo-se aos Estados Unidos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.