Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) A presidente da Assembleia Constituinte da Venezuela, Delcy Rodríguez

(afp_tickers)

A presidente da Assembleia Constituinte venezuelana, Delcy Rodríguez, chamou de "governos fracassados" os membros do Grupo de Lima, crítico do governo de Nicolás Maduro.

"O Grupo de Lima é um grupo de governos fracassados e (o secretário-geral da OEA, Luis) Almagro, porque não conseguiram a maioria exigida (para) a aplicação da Carta Democrática Interamericana a Venezuela", afirmou Rodríguez ao canal estatal VTV.

Na quinta-feira, os chanceleres dos 12 países do Grupo de Lima pediram o envolvimento da ONU na situação da Venezuela, onde, afirmam, são registradas violações dos direitos humanos.

Também rejeitaram como foram organizadas as eleições regionais de 15 de outubro, nas quais - afirmaram - aconteceram "atos de intimidação, manipulação, coerção social e condicionamento do voto".

Rodríguez afirmou que a vitória do governo nas regionais - 18 dos 23 governos - aplacará a pretensão "dos centros imperiais" de atacar a Venezuela.

A oposição, que venceu em cinco regiões, chamou o processo de "fraudulento" e não reconheceu os resultados.

A Constituinte - integrada apenas por chavistas, já que a oposição não reconhece a assembleia - convocou na quinta-feira eleições municipais para dezembro.

A opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) ainda não decidiu se participará nas eleições.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP