Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente esloveno reeleito, Borut Pahor, em Ljubljana, em 22 de outubro de 2017

(afp_tickers)

O chefe de Estado da Eslovênia, Borut Pahor, de centro-esquerda, foi reeleito neste domingo no segundo turno das eleições presidenciais, com 53% dos votos, segundo os resultados oficiais quase definitivos.

Com 93% das urnas apuradas, Pahor, de 54 anos, obteve 53,1% dos votos, contra 46,9% do candidato de centro-direita e ex-ator Marjan Sarec, de 39 anos.

A votação foi marcada por uma forte abstenção, com a participação de apenas 40% dos 1,7 milhão de eleitores.

No primeiro turno, Pahor obteve 47,10%, menos do que o necessário para a reeleição, que parecia garantida nas pesquisas de intenção de voto.

Marjan Sarec, que fez campanha contra as elites políticas do país, recebeu 24,93% dos votos.

Eleito com ampla maioria em 2012, Pahor cultivou durante sua Presidência uma imagem de modernidade e proximidade com a população, levantando críticas de analistas e de adversários que o classificaram de "populista".

Pahor conta com o apoio do partido social-democrata, formação que dirigiu e que desde 2014 faz parte da coalizão do primeiro-ministro de centro, Miro Cerar.

Pahor já havia sido eleito primeiro-ministro em 2008, mas teve de deixar o cargo em 2011, em um contexto de grave crise econômica.

No ano seguinte, chegou à Presidência, com 67,2% dos votos no segundo turno.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP