Navigation

Presidente do México cumprimenta a mãe de Chapo Guzmán após evento público

Consuelo Loera, mãe do narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán, fala com a imprensa na embaixada dos Estados Unidos na Cidade do México em 1 de junho de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. março 2020 - 09:49
(AFP)

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, visitou no domingo o estado de Sinaloa para supervisionar a construção de uma estrada e apertou a mão da mãe do narcotraficante Joaquín "Chapo" Guzmán, segundo um vídeo divulgado por meios de comunicação mexicanos.

"Eu apenas saúdo você, não desça", afirmou López Obrador ao caminhar e estender a mão, pela janela de um veículo branco, a uma mulher que estava no assento do carona.

"Já recebi sua carta, sim, sim já recebi sua carta", comenta López Obrador à mulher.

A imprensa mexicana informou que a mulher é Consuelo Loera, mãe do traficante "Chapo" Guzmán, que está preso em uma penitenciária de segurança máxima nos Estados Unidos.

Durante a cena gravada em uma estrada de terra do município de Badiraguato, onde nasceu o narcotraficante, a comitiva do presidente, integrada por militares em trajes civis, limitou a passagem da imprensa.

Esta é o segundo contato entre Loera e o presidente.

A primeira vez aconteceu em fevereiro de 2019, quando Consuelo Loera enviou uma carta a López Obrador durante outra visita ao município de Badiraguato para apresentar um programa social destinado ao campo.

Na ocasião, algumas fontes afirmaram que ela pediu ajuda na carta para obter um visto humanitário americano.

O conteúdo da carta que López Obrador disse ter recebido de Consuelo Loera não foi divulgado.

Joaquín "Chapo" Guzmán, protagonista de duas fugas espetaculares de penitenciárias mexicanas, foi condenado à prisão perpétua em 17 de julho do ano passado nos Estados Unidos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.