AFP

O novo presidente sul-coreano, Moon Jea-In, em coletiva de imprensa em 10 de maio de 2017 em Seul

(afp_tickers)

A desnuclearização da Coreia do Norte é um "objetivo comum" da China e da Coreia do Sul, concordaram nesta quinta-feira em uma conversa por telefone o novo presidente sul-coreano Moon Jae-In e seu colega chinês Xi Jinping.

Em sua primeira conversa por telefone, os dois presidentes "concordaram que a desnuclearização da península coreana é o objetivo dos dois países", afirmou Yoon Young-Chan, porta-voz do presidente sul-coreano.

As relações entre China e Coreia do Sul ficaram tensas nos últimos meses com a instalação no território sul-coreano de um escudo antimísseis americano (THAAD) para contra-atacar a ameaça balística norte-coreana.

A China faz oposição enérgica ao escudo antimísseis, que afeta sua capacidade de defesa, e adotou medidas de represália contra empresa sul-coreanas.

Moon, do Partido Democrático (centro-esquerda), deve modificar a política de grande rigidez em relação à Coreia do Norte desenvolvida pela presidente conservadora Park Geun-Hye, destituída por um escândalo de corrupção.

Moon, que foi um dos organizadores da segunda reunião de cúpula entre as duas Coreias em 2007, pretende retomar o diálogo com Pyongyang para tentar solucionar a questão nuclear.

O presidente sul-coreano, que havia manifestado reservas a respeito da instalação do THAAD, disse ao colega chinês que tem consciência das inquietações de Pequim e defendeu discussões bilaterais para permitir uma "melhor compreensão do tema".

Xi convidou Moon a uma visita oficial a China.

AFP

 AFP