Navigation

Presidentes de Brasil e Paraguai visitam obra de ponte na fronteira

Foto divulgada pelo Palácio do Planalto mostra o presidente Jair Bolsonaro (E) e seu homólogo paraguaio, o presidente Mario Abdo Benitez, no canteiro de obras da ponte internacional que liga Foz do Iguaçu no Brasil e Presidente Franco no Paraguai, em Foz do Iguaçu, em dezembro 1, 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. dezembro 2020 - 19:41
(AFP)

O presidente Jair Bolsonaro e seu colega paraguaio, Mario Abdo Benítez, visitaram nesta terça-feira (1) uma ponte em construção na fronteira sobre o rio Paraná e consideraram a obra um reflexo das "excelentes" relações bilaterais.

"Passados mais de 55 anos desde a inauguração da Ponte da Amizade, nosso Governo está construindo uma nova ponte internacional com o Brasil que ligará as cidades de Presidente Franco e Foz do Iguaçu e impulsionará a economia da Tríplice Fronteira", disse o Presidente Abdo em sua conta no Twitter.

Bolsonaro afirmou que esta ponte "é um testemunho do casamento perfeito entre Brasil e Paraguai e fruto das excelentes relações entre os dois governos".

O presidente brasileiro evocou o duro momento da pandemia e disse que os dois governos tiveram coragem para enfrentá-lo.

"Pior do que uma decisão mal tomada é uma indecisão", disse, após fazer alusão à decisão conjunta de reabrir a passagem fronteiriça em setembro, sob certos protocolos sanitários.

O encontro - no qual Bolsonaro não usou máscara e Abdo tirou a sua para o registro de imagens - aconteceu no lado brasileiro da região das Três Fronteiras, próximo à fronteira com o Paraguai e a Argentina.

Abdo e Bolsonaro verificaram o andamento das obras da chamada "Ponte da Integração", no valor de 84 milhões de dólares e financiada pela binacional Itaipu, que administra a hidrelétrica de mesmo nome e condomínio mútuo, localizada a 20 km de distância.

As cidades Presidente Franco (Paraguai), Foz do Iguaçu (Brasil)e Puerto Iguazú (Argentina) fazem parte da Tríplice Fronteira entre os países e a nova ponte facilitará a comunicação entre elas.

O trabalho não sofreu interrupções, apesar do início da pandemia de covid-19, em março. A estrutura de 760 metros de comprimento é sustentada por duas colunas principais de 174 metros de altura com espaço entre elas de 470 metros de largura e mais de 60 metros de altura por onde passa o canal de navegação.

É a terceira ligação rodoviária com o Brasil no Paraná.

Abdo destacou que a nova infraestrutura "é um sonho muito aguardado que, além de se tornar uma grande ligação rodoviária, vai descongestionar o trânsito (da Ponte da Amizade) e impulsionar a economia da Tríplice Fronteira".

Ambos os governos também planejam erguer uma quarta ponte, Carmelo Peralta-Puerto Murtinho, 600 km ao norte de Assunção, sobre o rio Paraguai, que começará a ser construída em 2021.

É conhecida como "Rota Bioceânica" e deve ligar o Atlântico brasileiro aos portos chilenos do Pacífico.

Após a vistoria da obra, os dois governantes tiveram uma reunião privada em um hotel de Foz.

É o terceiro encontro dos dois na região desde 2019.

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?

Boletim de Notícias
Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Quase terminado… Nós precisamos confirmar o seu endereço e-mail. Para finalizar o processo de inscrição, clique por favor no link do e-mail enviado por nós há pouco

Leia nossas mais interessantes reportagens da semana

Assine agora e receba gratuitamente nossas melhores reportagens em sua caixa de correio eletrônico.

A política de privacidade da SRG SSR oferece informações adicionais sobre o processamento de dados.