Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas correm de touros na inauguração do Festival de São Firmino, em Pamplona, no norte da Espanha. Festa é símbolo da cultura espanhol e atrai milhares de turistas.

(afp_tickers)

Um rápido e emocionante "encierro" inaugurou nesta segunda-feira as corridas das festas de São Firmino de Pamplona, no norte da Espanha, e quatro pessoas ficaram feridas, uma delas chifrada por um touro.

"Foi uma corrida muito bonita, foi limpa, os touros (...) não caíram", comentou um corredor experiente, Jaime Morcillo, procedente de Albacete, no sul da Espanha.

Aos 36 anos, Morcillo participa pela quinta vez das corridas de São Firmino e para ele esta festa, que atrai todos os anos milhares de pessoas à capital de Navarra, "é o que há de maior".

Em apenas 2 minutos e 25 segundos cinco touros de Torrestrella, guiados por seis bois, realizaram os 848,6 metros de percurso pelas estreitas e deslizantes ruas de Pamplona, inundadas por milhares de corredores, experientes ou novatos, com alguns tentando se aproximar o máximo possível dos animais.

Mas o risco está sempre presente nestes "encierros", onde os corredores mais experientes acompanham os novatos com atitudes às vezes imprevisíveis.

"Foi uma corrida muito bonita porque a manada corria e em várias ocasiões era possível tocar no touro", explicou Morcillo ao chegar à praça de touros de Pamplona, onde os animais serão mortos durante a tarde na corrida diária, tradição denunciada reiteradamente pelos grupos ecologistas.

Durante o "encierro", um corredor espanhol de 52 anos foi ferido por uma chifrada na pelve quando um touro se separou do grupo, mas está fora de gravidade.

Outras quatro pessoas foram hospitalizadas, três delas por traumatismos. Já a Cruz Vermelha atendeu 37 pessoas, a maioria na praça.

AFP