Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro caça furtivo japonês, chamado X-2 e concebido por Mitsubishi Heavy Industries (MHI), realizou nesta sexta-feira o primeiro voo de teste, anunciou o ministério da Defesa. 

(afp_tickers)

O primeiro caça furtivo japonês, chamado X-2 e concebido por Mitsubishi Heavy Industries (MHI), realizou nesta sexta-feira o primeiro voo de teste, anunciou o ministério da Defesa.

"O primeiro de teste foi um sucesso", afirma em um comunicado o grupo japonês MHI, que desenvolveu o aparelho com o Estado.

"Este voo de teste tem uma importância particular para o desenvolvimento de tecnologias que, pensamos, poderiam ter outras aplicações e permitir avanços na indústria aeronáutica", comemorou o ministro da Defesa, Gen Nakatani.

O avião, que tem na lateral o "hinomaru" (o círculo vermelho da bandeira japonesa), decolou do aeroporto de Nagoya, "testou as funções básicas de elevação, descida, mudança de direção e pousou em uma base das forças de autodefesa em Gifu", anunciou a MHI.

O aparelho, o primeiro caça furtivo fabricado no Japão, ainda é um protótipo, mas está destinado a equipar as "forças de autodefesa aérea" no futuro.

O orçamento total do projeto é de quase 360 milhões de dólares.

Apenas nos Estados Unidos, Rússia e China são internacionalmente reconhecidos por produzir e testar com sucesso aviões furtivos.

AFP