Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Militares sírios em Bir Qabaqib, 40km a oeste de Deir Ezzor

(afp_tickers)

Um primeiro comboio terrestre de ajuda humanitária entrou na cidade síria de Deir Ezzor, reduto do governo onde o exército sírio rompeu na semana passada o cerco imposto pelo grupo Estado Islâmico (EI), anunciou nesta sexta-feira a ONU.

Vários caminhões com "artigos essenciais que permitem salvar vidas", como farinha, alimentos em conserva e produtos de saúde para maternidade chegaram na quinta-feira a Deir Ezzor, afirmou em Genebra um porta-voz da ONU, Jens Laerke.

A ajuda da ONU deve chegar a 15.000 famílias.

"Esta é a primeira ajuda da ONU que é transportada por estrada a Deir Ezzor desde que a cidade foi reconquistada", afirmou o porta-voz.

Durante o cerco, os 100.000 habitantes instalados nos bairros governamentais de Deir Ezzor sobreviveram graças às ajudas lançadas por helicópteros pelo governo sírio e por aviões da ONU.

Mais de 330.000 pessoas - 100.000 civis - morreram desde o início da guerra na Síria em 2011, segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP