Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi

(afp_tickers)

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, afirmou nesta quinta-feira que aceita apenas a "anulação do referendo" de independência curdo, em resposta à proposta do governo do Curdistão de "congelar os resultados" da consulta polêmica.

"Aceitaremos apenas a anulação do referendo e o respeito da Constituição", afirma Abadi em um comunicado divulgado pelo governo de Bagdá.

O Curdistão iraquiano propôs "congelar os resultados" do referendo de independência, organizado no mês passado, que provocou uma forte crise com o governo central.

Nas últimas horas, as autoridades de Defesa do governo da região autônoma curda anunciaram uma ofensiva iraquiana contra os combatentes curdos (os peshmergas) no norte do Iraque, perto da fronteira com a Turquia.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP