AFP

Depois das patrulhas com carros esportivos, como Lamborghini e Ferrari, a polícia de Dubai colocou a serviço um robô, o primeiro de uma unidade que representará um quarto de seus efetivos antes de 2030

(afp_tickers)

Depois das patrulhas com carros esportivos, como Lamborghini e Ferrari, a polícia de Dubai colocou a serviço um robô, o primeiro de uma unidade que representará um quarto de seus efetivos antes de 2030.

O protótipo foi apresentado na quarta-feira à noite aos pés do Burj Khalifa, o arranha-céu mais alto do mundo, gerando uma grande expectativa.

Turistas, residentes estrangeiros e locais tiraram fotos com o estranho humanoide, que circula sobre duas rodas.

Vestido como um policial, este robô está equipado com um computador no peito que serve para informar a polícia sobre possíveis crimes ou para transmitir dados de infrações no trânsito.

"Nosso objetivo é que os robôs constituam 25% de nossos efetivos antes de 2030", declarou o general de brigada Jaled al-Razzuqi, oficial da polícia de Dubai.

O robô também tem uma câmera que transmite imagens ao vivo à sala de operações da polícia.

É capaz também de identificar pessoas procuradas pelas forças de segurança.

Estes robôs serão colocados principalmente nas zonas turísticas, informou o oficial, admitindo que ainda assim não podem substituir os policiais no momento da prisão.

A polícia de Dubai já chamou a atenção dos meios de comunicação ao colocar carros esportivos em sua frota de veículos.

AFP

 AFP