Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Funcionário organiza os restos mortais enviados para a Malásia, no Aeroporto Schiphol

(afp_tickers)

Um avião transportando os primeiros 20 corpos de vítimas malaias do voo MH17 da companhia Malaysia Airlines na Ucrânia decolou nesta quinta-feira de Amsterdã para Kuala Lumpur, informou a imprensa holandesa.

A aeronave decolou do Aeroporto Schiphol de Amsterdã, segundo a agência de notícias ANP. Não houve cerimônia para marcar a sua partida.

O avião transportando os caixões contendo os restos humanos é esperado sexta-feira na Malásia, onde as autoridades decretaram um dia de luto nacional.

O vice-primeiro-ministro Muhyiddin Yassin havia anunciado na semana passada que os caixões seriam recebidos pelo rei da Malásia, o primeiro-ministro e outros políticos no aeroporto de Kuala Lumpur.

Depois de um dia de luto nacional, os restos mortais serão enviados para os locais onde as vítimas viviam.

O voo MH17 Amsterdã-Kuala Lumpur foi atingido por um míssil em 17 de julho quando sobrevoava o leste da Ucrânia, em uma área controlada pelos rebeldes separatistas. Todos os 298 ocupantes morreram.

Entre os ocupantes, 193 eram holandeses e 43 malaios, incluindo 15 membros da tripulação.

Após a tragédia, mais de 220 caixões contendo foram levados à Holanda para os trabalhos de identificação.

No total, 28 vítimas da Malásia foram identificadas na Holanda.

Algumas vítimas podem nunca ser identificadas porque as buscas pelos restos mortais no local do acidente foram interrompidas por razões de segurança.

AFP