Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Médicos fazem cirurgia em menino em Maryland

(afp_tickers)

O Reino Unido tentará realizar seus primeiros transplantes de útero após aprovar o ensaio clínico para permitir que 10 mulheres sejam submetidas ao procedimento - anunciaram os pesquisadores nesta quarta-feira.

Os cirurgiões esperam repetir o sucesso do transplante de útero feito de maneira eficaz pela primeira vez no mundo, e que permitiu a uma mulher de 36 anos dar à luz um menino na Suécia no ano passado.

Os transplantes começarão a ser feitos no primeiro semestre de 2016, depois que a universidade Imperial College de Londres considerar que não há problemas éticos.

A Arábia Saudita e a Turquia tentaram o tratamento, mas não conseguiram realizar partos bem-sucedidos.

Richard Smith, ginecologista consultor no Hospital Queen Charlotte e Chelsea de Londres dirigirá a equipe de cirurgiões.

"Há um desejo inato entre muitas mulheres de gerar seu próprio bebê e este procedimento tem, potencialmente, a capacidade para satisfazer este desejo", disse Smith à rádio BBC.

Cerca de uma em casa 5.000 mulheres nasce sem útero, enquanto outras perdem o órgão em decorrência de doenças como câncer.

Para ter acesso ao tratamento, as pacientes devem ter menos de 38 anos, ter uma relação estável e ser saudáveis.

Os úteros procederão de doadoras com morte cerebral cujo coração segue batendo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP