Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O suspeito Abderrahman Mechkah depõe por videoconferência no hospital em que está internado, ao lado de seu advogado

(afp_tickers)

O principal suspeito do ataque com faca em Turku, Finlândia, que deixou dois mortos e oito feridos na sexta-feira, foi colocado em prisão provisória nesta terça-feira, no âmbito da investigação do que pode ter sido o primeiro atentado terrorista no país.

"O agressor de Turku é suspeito de homicídio e de tentativa de homicídio com propósito terrorista, e foi colocado em detenção pelo tribunal de Turku", informou o Escritório Nacional de Investigação no Twitter.

Abderrahman Mechkah, de 18 anos, identificado como o principal suspeito do ataque, executado em plena rua nesta cidade do sudoeste da Finlândia, é um demandante de asilo marroquino que chegou ao país em 2016.

As mulheres foram, segundo os investigadores, o alvo do agressor. Duas finlandesas morreram e oito pessoas ficaram feridas - seis mulheres e dois homens, que tentaram ajudar as vítimas.

Nesta terça-feira, Mechkah, que está hospitalizado por ter sido atingido por um tiro na perna durante a detenção, participou de uma audiência por videoconferência.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP