AFP

A Europol publicou nesta quinta o relatório de 2017 sobre o terrorismo na UE

(afp_tickers)

O número de prisões vinculadas ao extremismo jihadista quase duplicou em dois anos dentro da União Europeia (UE), indicou nesta quinta-feira o Birô da Polícia Europeia, a Europol.

As forças de segurança europeias detiveram, em 2016, 718 pessoas suspeitas de delitos relacionados com o terrorismo, frente aos 395 presos em 2014.

O número de ataques jihadistas, por sua vez, passou de 17 em 2015 a 13 em 2016, seis dos quais vinculados ao grupo Estado Islâmico (EI), segundo o relatório de 2017 sobre o terrorismo na UE, publicado pela Europol.

AFP

 AFP