Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O papa Francisco beija uma criança durante uma missa no Estádio de Daejeon, na Coreia do Sul.

(afp_tickers)

Problemas técnicos aparentemente impediram a chegada de um telegrama enviado pelo papa Francisco às autoridades chinesas, quando sobrevoava seu espaço aéreo rumo à Coreia do Sul.

O porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, alegou que problemas técnicos poderiam ter causado este mal-entendido. "Desconhecemos se o telegrama chegou", afirmou.

O Vaticano e a China, cuja embaixada em Roma pediu que este telegrama fosse enviado, tentam cautelosamente melhorar suas inexistentes relações.

Pequim autorizou pela primeira vez que um pontífice sobrevoasse seu território. Os meios de comunicação internacionais reproduziram o telegrama do Papa ao presidente chinês Xi Jinping, a quem dava "as bênçãos divinas de paz e prosperidade" para o país.

AFP