Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Reince Priebus embarca no avião presidencial Air Force One, em Vienna (Ohio), em 25 de julho de 2017

(afp_tickers)

O procurador especial Robert Mueller quer interrogar o ex-chefe de gabinete da Casa Branca Reince Priebus, como parte de sua investigação sobre a denúncia de conluio entre a Rússia e a equipe de campanha do então candidato Donald Trump na disputa pela presidência dos Estados Unidos em 2016 - revela o jornal The New York Times em sua edição deste domingo (13).

Segundo o jornal, Mueller pretende falar com vários membros, ou ex-membros, da administração Trump sobre a abrupta demissão do agora ex-diretor do FBI James Comey. O objetivo é determinar se houve, por parte do presidente, a intenção de obstruir a Justiça.

No âmbito do caso russo, o FBI fez uma batida, em junho passado, em uma residência do ex-chefe de campanha do republicano Paul Manafort.

Os membros da equipe de Mueller também pediram à Casa Branca documentos sobre Michael Flynn, ex-conselheiro de Segurança Nacional afastado pouco depois de sua nomeação por contatos não declarados com funcionários do governo russo durante a campanha.

AFP