AFP

(Arquivo) Donald Trump (e) e Jeff Sessions

(afp_tickers)

O procurador-geral e secretário de Justiça dos Estados Unidos, Jeff Sessions, participará nesta terça-feira de uma audiência pública sobre suas relações particulares com funcionários russos, informou nesta segunda-feira o Comitê do Senado para Assuntos de Inteligência.

Sessions já se declarou impedido de participar da investigação sobre o mesmo assunto que é conduzida no Departamento de Justiça, para onde foi nomeado um procurador especial e independente, Robert Mueller.

Durante toda a campanha de 2016, Sessions, que foi um dos primeiros legisladores a apoiar a candidatura de Donald Trump, manteve contatos com funcionários russos, incluindo reuniões que ocultou dos senadores durante as audiências para a sua confirmação.

O comparecimento de Sessions na comissão foi negociado durante todo o fim de semana, mas restava que ele confirmasse se aceitaria falar sob juramento em uma audiência pública.

Assim, uma sucinta nota enviada nesta segunda-feira pelo comitê do Senado colocou um ponto final nas especulações: "a audiência ocorrerá [...] em sessão aberta", expressou.

AFP

 AFP