Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ativistas opositores venezuelanos durante confronto em protesto contra o presidente Nicolás Maduro, em Caracas, em 10 de julho de 2017

(afp_tickers)

A Associação Ibero-americana de Ministérios Públicos (AIAMP) convocou nesta segunda-feira uma Assembleia Geral Extraordinária para tratar na próxima quinta-feira a situação da procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, uma veterana chavista crítica ao governo de Nicolás Maduro que poderá ser destituída do cargo.

A Assembleia foi convocada pela presidência do organismo, ocupada atualmente pelo Ministério Público da Bolívia, e acontecerá em Buenos Aires na próxima quinta-feira 13 de julho.

A Associação, que agrupa os procuradores dos Ministérios Públicos de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Espanha, Guatemala, Panamá, Paraguai, Portugal e Uruguai, já se pronunciou em abril e junho sobre a situação de Ortega Díaz.

AFP