Navigation

Produção de cocaína recua quase 13% na Colômbia em 2013, diz ONU

Policial colombiano é visto ao lado de carregamento de cocaína apreendida em Turbo, em 18 de maio de 2014 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. junho 2014 - 19:50
(AFP)

A produção de cocaína na Colômbia teve uma queda de 12,9% em 2013 em relação ao ano anterior, informou nesta quinta-feira o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodoc, na sigla em inglês).

"A produção passou de 333 toneladas métricas de cocaína ajustadas em 2012 para 290 toneladas em 2013", disse em coletiva de imprensa o coordenador do Sistema Integrado de Monitoramento de Cultivos Ilícitos (SIMCI) da Unodoc, Leonardo Correa.

Apesar de a área cultivada de folha de coca ter-se mantido estável no país, o especialista disse que "houve uma redução na quantidade de cocaína que pode ser produzida nessa área, e essa redução está associada à persistência de uma tendência de lucros menores".

A lavoura de folha de coca na Colômbia se manteve inalterada em 2013 em relação ao ano anterior, com um total de 48.000 hectares, segundo a ONU.

O informe apresentado pela Unodoc explicou a queda da produção "como consequência da redução dos hectares produtivos durante o ano, diminuição da produção de folha de coca por hectare, tamanho de lotes cada vez menores e menor utilização de agroquímicos".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.