Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente russo Vladimir Putin pediu neste sábado uma maior cooperação econômica com o Ocidente em nome do 'bom senso', e apesar do recente ciclo de sanções recíprocas motivadas pela situação na Ucrânia, ao lançar um projeto de exploração petroleira russo-americano no Ártico.

(afp_tickers)

O presidente russo Vladimir Putin pediu neste sábado uma maior cooperação econômica com o Ocidente em nome do 'bom senso', e apesar do recente ciclo de sanções recíprocas motivadas pela situação na Ucrânia, ao lançar um projeto de exploração petroleira russo-americano no Ártico.

A americana ExxonMobil e a estatal russa Rosneft iniciaram a exploração de uma área no Mar de Kara, norte da Sibéria, prevista para durar até o final de outubro.

"Nós parabenizamos este projeto e estamos dispostos a estender nossa cooperação com nossos sócios", declarou Putin, que falou por videoconferência em Sotchi (sul da Rússia).

"As empresas, incluindo as principais firmas russas e estrangeiras, compreendem muito bem a necessidade desta cooperação. O pragmatismo e o sentido comum prevalecem, apesar das dificuldades do contexto político atual, e isso é muito satisfatório", acrescentou.

O projeto de exploração russo-americano no Ártico não foi afetado, segundo as autoridades russas, pelas recentes sanções ocidentais que proíbem, entre outras coisas, a exportação de armas e de alguns materiais como equipamento petroleiro para a Rússia.

AFP