Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mulher observa quadro "Dieu n'est pas un saint", do artista René Magritte, em Bruxelas, em 14 de novembro de 2017

(afp_tickers)

Cientistas belgas conseguiram reconstruir integralmente de forma virtual um quadro desaparecido de René Magritte, uma obra de 1927 que o artista belga cortou anos depois em quatro fragmentos para reutilizá-la como telas, anunciou nesta terça-feira (14) um museu de Bruxelas.

Debaixo da pintura do quadro "Dieu n'est pas un saint" (Deus não é um santo, 1935), uma das obras do artista expostas no museu de Bruxelas dedicado à sua obra, foi detectado um fragmento de "La Pose enchantée" (A pose encantada), uma grande tela de 1927, que mostra uma mulher nua duplicada, explicou-se em coletiva de imprensa.

A descoberta deste quarto e último fragmento encerrou definitivamente o "mistério" que cercava esta obra, que fazia parte do catálogo de Magritte, graças a uma foto em preto e branco da época de sua realização, e que era considerada desaparecida desde 1932.

A recente descoberta dos pesquisadores da Universidade de Liège, no leste da Bélgica, permite deduzir que em 1935 Magritte decidiu cortar a tela em quatro para fazer quatro quadros menores.

Esta obra não estava assinada e parece que seu autor a considerava "inacabada", destacou Michel Draguet, diretor-geral dos Museus Reais de Belas Artes da Bélgica, instituição que administra o museu Magritte.

O artista decidiu sacrificar "A pose encantada" em virtude de seus "problemas financeiros", em uma época em que as grandes galerias viviam dificuldades econômicas após a crise de 1929, explicou Draguet.

Em 2013, um primeiro fragmento foi encontrado, mediante raios-X, em um quadro que fazia parte de uma retrospectiva que o MoMa de Nova York dedicou ao pintor surrealista.

Outros dois fragmentos foram identificados, sempre em quadros de 1935, no Museu de Arte Moderna de Estocolmo, e depois em 2016, no Norwich Castle Museum do Reino Unido.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP