Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

De acordo com fonte, um combatente da Al Qaeda na Península Arábica (AQBA) lançou o veículo que dirigia nas forças de segurança que combatem a organização extremista no sul do Iêmen

(afp_tickers)

Quatro soldados iemenitas morreram e sete ficaram feridos em um atentado suicida na sexta-feira com um carro-bomba atribuído à Al Qaeda na província meridional de Abyan, informou uma fonte de segurança.

O ataque teve como alvo um comandante das forças governamentais iemenitas, apoiadas pelos Emirados Árabes Unidos na região de Janfar, acrescentou a fonte.

De acordo com fonte, um combatente da Al Qaeda na Península Arábica (AQBA) lançou o veículo que dirigia nas forças de segurança que combatem a organização extremista no sul do Iêmen.

As tropas governamentais conquistaram recentemente vitórias importantes contra os combatentes da Al Qaeda nas províncias de Áden, Abyan e Lahaj, razão pela qual os jihadistas lançam ataques.

A AQBA, bem fixada no Iêmen, aproveitou o caos provocado pelo conflito no qual o governo do presidente Abd Rabo Mansur Hadi se opõe aos rebeldes huthis, para reforçar suas posições no sul do país.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP