Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Sede da BBC, no centro de Londres

(afp_tickers)

A Rússia ameaçou bloquear o acesso ao site do serviço da BBC em russo, depois da divulgação de uma entrevista com um ativista siberiano que fez uma convocação para um ato não-autorizado, indicou nesta terça-feira o jornal russo Izvestia.

Nessa entrevista, o artista e ativista Artiom Loskutov fez uma convocação para um protesto em favor de uma autonomia maior da Sibéria em relação à Federação Russa.

A agência russa de controle da imprensa Roskomnadzor "pediu ao serviço em russo da BBC para retirar a entrevista do site bbcrussian.com", indicou o BBC World Service em um comunicado.

Mas "não pretendemos retirar essa entrevista do nosso site" porque sua publicação ajudou a "revelar questões muito importantes relacionadas à vida na Rússia", ressaltou a rede britânica.

Com isso, a Roskomnadzor bloqueou o acesso à entrevista, segundo o Izvestia, e indicou ao jornal que pode bloquear totalmente o site da BBC, se o conteúdo do artigo - considerado "extremista" - não for modificado.

A agência russa se recusou a confirmar à AFP se pretende bloquear o serviço em russo da BBC, mas publicou o artigo do Izvestia em seu site.

De acordo com o órgão de controle da imprensa, a entrevista da BBC e os artigos de outros jornais divulgando a convocação de Loskutov para a "Marcha pela federalização da Sibéria" permitem a "difusão de informações para a preparação de um ato não-autorizado que ameaça a integridade territorial do país", indica o Izvestia.

AFP