Navigation

Rússia ameaça responder a disparos ucranianos contra seu território

(Arquivo) O chanceler russo, Sergei Lavrov afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. julho 2014 - 17:50
(AFP)

A Rússia responderá em caso de disparos ucranianos intencionais contra seu território, com a destruição do ponto de origem dos tiros, afirmou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.

"Já havíamos advertido que se isto continuasse, tomaríamos as medidas oportunas. No mínimo, se ficar claro que aconteceu de maneira deliberada, estou convencido de que temos que destruir o ponto de origem do tiro", disse Lavrov ao canal de televisão Rossia 24.

O ministro considerou, no entanto, que os projéteis que caíram nos últimos dias em território russo procedentes da Ucrânia eram resultado "de um trabalho pouco profissional ou de azar, algo que acontece na guerra".

Um ataque de obus provocou uma morte em 13 de julho na cidade russa de Donetsk, que tem o mesmo nome da cidade ucraniana controlada pelos separatistas pró-Moscou no leste da Ucrânia, uma zona de combates com as tropas de Kiev.

Moscou acusou as forças ucranianas pelo ataque, mas Kiev negou envolvimento.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.