Navigation

Rússia elogia proposta de Biden de prolongar tratado nuclear New START

Joe Biden e Vladimir Putin em foto de arquivo de 2011 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 22. janeiro 2021 - 09:38
(AFP)

O governo russo elogiou a proposta do presidente americano Joe Biden de estender por cinco anos o tratado de desarmamento nuclear New START assinado entre os dois países e que expira no início de fevereiro.

"Só podemos saudar a vontade política de estender este documento", disse o porta-voz do presidente russo Vladimir Putin, Dmitri Peskov, a repórteres, acrescentando que a renovação do pacto dependerá dos "detalhes da proposta".

O governo americano anterior, liderado por Donald Trump, queria condicionar a renovação do tratado.

No entanto, "várias dessas condições não eram adequadas para nós, então vamos primeiro ver o que os americanos estão propondo e depois comentaremos", disse Peskov.

A porta-voz da Casa Branca Jen Psaki anunciou na quinta-feira que os Estados Unidos "pretendem buscar uma extensão de cinco anos do New START, como permite o tratado", considerando que "essa prorrogação faz ainda mais sentido quando a relação com a Rússia é tão adversa como é neste momento".

Nos últimos meses, Vladimir Putin também se manifestou a favor da prorrogação do tratado por cinco anos, mas as negociações entre Washington e Moscou não tiveram sucesso. O tratado expira em 5 de fevereiro.

Último acordo do tipo assinado pelos ex-rivais da Guerra Fria, o tratado estabelece que ambas as potências nucleares podem possuir no máximo 1.550 ogivas cada (cerca de 30% do limite estabelecido em 2002). Também limita o número de lançadores e bombardeiros pesados a 800, um número que, no entanto, ainda é suficiente para destruir a Terra várias vezes.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.