Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Putin participa de entrevista coletiva na Finlândia

(afp_tickers)

O Banco Central da Rússia anunciou, nesta terça-feira, o resgate do oitavo maior banco do país, o Otkritie, em meio a temores acerca de sua estabilidade, após uma queda brusca nos depósitos de clientes nos últimos meses.

Em um comunicado, a instituição informa que planeja se tornar o principal investidor do banco e que está tomando medidas para ampliar a estabilidade financeira do Otkritie.

O jornal de negócios Vedomosti relatou que esse é "o maior resgate na história do setor bancário" no país, bem como o primeiro uso de um novo fundo consolidado criado recentemente pelo Banco Central, assinado e posto em vigor pelo presidente Vladimir Putin no começo deste ano.

O Otkritie "vai continuar a funcionar normalmente", informou o Banco Central.

O órgão vai "prover apoio financeiro para o banco, garantindo a continuidade de suas atividades", continua o comunicado.

Ele ainda afirma que as medidas foram tomadas "em cooperação com os donos e gerentes do banco" e explica que não está introduzindo uma moratória sobre as exigências dos credores.

Em seu site, o Otkritie informa ser o maior banco privado da Rússia, com 412 agências e 3,6 milhões de clientes particulares.

O Vedomosti relatou que o banco sofreu uma forte evasão de clientes em junho, após ter sua classificação reduzida por um agência russa, quando também perdeu o direito de trabalhar com empresas estatais e fundos de pensão.

De junho a julho, os depósitos de clientes tiveram uma retração de 435 bilhões de rublos (7,398 bilhões de dólares), ou 18% dos passivos do banco em 1 de junho de 2017, diz uma nota do Moody's, de 17 de agosto.

O Otkritie pegou emprestado 333 bilhões de rublos do banco central, segundo o Vedomosti.

Um dos mais conhecidos bancos russos, ele tinha o jogador de futebol Cristiano Ronaldo como seu garoto propaganda e era o patrocinador de um estádio em Moscou com seu nome, que será usado na Copa do Mundo no ano que vem.

Fundado em 1992, é o oitavo maior banco da Rússia em termos de tamanho de ativos, segundo o Banco Central.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

AFP