AFP

O calendário muçulmano é lunar e o Ramadã deve começar depois da lua nova, quando aparece o primeiro traço da crescente

(afp_tickers)

O mês de jejum muçulmano do Ramadã começa neste sábado na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes Unidos, anunciaram na noite desta quinta-feira (hora local) autoridades religiosas dos dois países através de veículos de comunicação públicos.

O calendário muçulmano é lunar e o Ramadã deve começar depois da lua nova, quando aparece o primeiro traço da crescente.

No Líbano, o Ramadã começará no sábado, anunciou o mufti do país, xeque Abdelatif Deryan.

No Irã, xiita, o escritório do guia supremo Ali Khamenei ainda não anunciou quando começará o jejum.

O Ramadã é um mês de penitência e uma ocasião para os muçulmanos se aproximarem dos mais necessitados, privando-se de comida e água.

Durante o mês sagrado, fica proibida a ingestão de comida e bebidas do amanhecer até o por-do-sol. Também é vetado manter relações sexuais.

O Ramadã é considerado o mês mais sagrado do calendário muçulmano pois, segundo a tradição islâmica, foi quando o Corão foi revelado ao profeta Maomé.

AFP

 AFP