Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Modelo apresenta criação de Ronaldo Fraga durante o São Paulo Fashion Week em 30 de agosto de 2017

(afp_tickers)

"Se eu fosse branco, não aconteceria", afirmou Evandro Fióti, rapper e cofundador da grife LAB, ao contar ter sido vítima de um episódio de racismo esta semana durante a São Paulo Fashion Week (SPFW).

Fióti, irmão e sócio do também rapper Emicida, declarou que na terça-feira (29) um funcionário da segurança o impediu de entrar no evento sem motivo aparente, mesmo tendo credencial que lhe permitia acessar o local.

Ainda que Fióti tenha denunciado o incidente nas redes sociais no mesmo dia, conversou pessoalmente sobre o assunto com o diretor criativo do evento, Paulo Borges, transmitida na madrugada dessa sexta-feira (1) na página do Facebook da SPFW.

"É uma questão estrutural no Brasil, já aconteceu em vários eventos, não é exclusivo da SPFW", ressaltou Fióti.

"A gente não está aqui para esconder nada, pelo contrário (...) Meu filho é negro e já passou por isso, é importante que a gente mostre", disse Paulo Borges, que estava ao lado do rapper durante a entrevista.

Fióti explicou que havia recusado pedidos de entrevistas porque não tinha como objetivo atacar o evento, que duas vezes ao ano reúne as marcas mais importantes da moda nacional, mas sim gerar reflexão.

"O Brasil tem um problema sim, é uma hipocrisia. O país é racista (...) Já aconteceu em vários eventos (...) As empresas têm que mudar a mentalidade das pessoas que trabalham" para elas, declarou.

O rapper disse também que não apresentou nenhuma denúncia policial, porque "não resolve demitir (o segurança). Considero a atitude dele desumana e idiota, espero que reflita e não faça mais isso e que essa empresa dê esse direcionamento antes de começar esse evento: vamos tratar as pessoas com humanidade e respeito", acrescentou.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP