Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pacotes com cocaína

(afp_tickers)

A Receita Federal apreendeu mais de uma tonelada de cocaína em um contêiner no Porto de Santos, que tinha a Bélgica como destino, informou a instituição nesta sexta-feira.

Os fiscais encontraram 32 bolsas com 1.098 kg de cocaína escondidas em três grandes pacotes de plástico dentro de um carregamento de levedura, anunciou a Receita Federal em comunicado.

Com essa apreensão, a Receita "frustrou a tentativa de envio ao exterior" da droga, que supostamente ia para o porto de Antuérpia, na Bélgica, assinalou.

Essa apreensão é a maior do ano para o porto de Santos, superando os 936 kg de cocaína descobertos em 23 de outubro.

A droga foi entregue à Polícia Federal de Santos, que seguirá com as investigações.

Ao longo do ano, as autoridades apreenderam mais de 10,6 toneladas de cocaína no Porto de Santos, quase o mesmo que em todo 2016.

Em 4 de setembro, a Polícia realizou uma megaoperação para desarticular um grupo de traficantes que enviou cerca de seis toneladas de cocaína para a Europa ao longo do último ano.

A operação "Brabo" - em alusão a um porto na Bélgica - revelou uma sociedade entre traficantes de drogas do Brasil e da Europa, que se abasteciam de cocaína pura oriunda de países produtores sul-americanos, armazenavam em São Paulo e depois enviavam para a Europa por transportes marítimos, especialmente do Porto de Santos.

A investigação começou em agosto de 2015 em cooperação com a DEA, a agência americana de combate às drogas, depois que foram apreendidos três carregamentos de cocaína no Porto de Santos e outros dois na Rússia, entre agosto de 2015 e julho de 2016.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP