AFP

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva durante discurso em Brasília, em 24 de abril de 2017

(afp_tickers)

Os hashtags #LulaEuConfio e #MoroOrgulhoBrasileiro dominaram as tendências do Twitter brasileiro nesta quarta-feira, antes e durante o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Curitiba pelo juiz Sérgio Moro.

Às 10H00, os tuítes de apoio ao líder do Partido dos Trabalhadores (PT) dobraram em relação ao que defendiam o juiz Moro, que se tornou uma espécie de herói para os detratores do ex-presidente.

O PT convocou um "tuitaço" que começou durante a madrugada, ao qual aderiram políticos e organizações com fotos, vídeos e uma campanha gráfica criada para a ocasião, destacando os sucessos e as frases do ex-sindicalista acusado de corrupção.

Os seguidores de Moro tomaram a rede com memes, como um cachorro que mostra o focinho e diz: "só passei para ver se Lula está preso"; Lula em uma montagem de senhora assustada; ou fotos que enaltecem Moro com tom nacionalista.

Após o início da audiência, #MoroPersegueLula, com mais de 70 mil tuítes, se converteu no segundo assunto mais comentado da rede social, superado apenas pelo gol que garantiu ao Real Madrid a vaga na final da Champions.

"Sou só eu que torço para que o Lula e o Moro fiquem juntos no final? - tuitou @YgorFremo. "Hoje tem atlético x real e vcs pensando em lula x moro por isso que esse país não vai pra frente", escreveu @umvesgo.

Os seguidores de Lula e Moro utilizaram os mesmos hashtags para se enfrentar no Facebook e no Instagram.

Outro momento curioso foi dedicado ao policial "gato" que escoltou Lula a Curitiba. "Alô, policial que escoltou a Lula, que prende em um cárcere privado, prfvr", tuitou @MateusAliano.

AFP

 AFP