Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Iraquianos desabrigados da comunidade Yazidi reunidos debaixo de uma ponte que serviu de refúgio, na periferia de Dohuk, após os sucessivos ataques dos militantes jihadistas à cidade de Sinjar.

(afp_tickers)

Uma yazidi que fugia da ofensiva jihadista no Iraque deu à luz quíntuplos no nordeste da Síria, informou uma fonte da agência da ONU para os refugiados.

"Tamam Ramadan teve quíntuplos nesta quinta-feira - dois meninos e três meninas - depois de uma cesariana em um hospital de Qamishli", indicou a fonte.

"Os bebês estão bem", acrescentou.

Tamam, de 27 anos, é uma síria casada com um iraquiano e pertence à comunidade yazidi, perseguida pelos jihadistas, que os consideram hereges.

Esta é a segunda vez que ela foge dos jihadistas. Em junho, ela abandonou a segunda maior cidade do país, Mossul, tomada pelos jihadistas, e se refugiou em Sinjar, a principal cidade yazidi no norte do país.

Sinjar também foi invadida pelo Estado Islâmico, em 3 de agosto.

Ramadan teve de caminhar durante dois dias com a família antes de chegar à fronteira com a Síria, informou ainda a fonte.

AFP